terça-feira, maio 29, 2007

Sobre gérberas, culpas e sapos amarelos roubados...



As gérberas não foram pra mim. Vermelhas e laranjas. Quentes. Há algum tempo atrás. Pra outra. Que nem vem ao caso. Não era pra vir. Só não sei como essa história veio parar em mim. Não tem fundamento. Não sei o que desencadeou. Só sei que sei. Agora além de rosas, que todos sabem que não gosto, tem as gérberas, que brigam dentro de mim pra saber em que lado estão. Implicância boba. Mas a culpa é tua. Porque não fez nada do que deveria ter feito. Não era pra você ligar no dia seguinte. Nem mandar mensagem. Nada. Era pra você me comer e ponto. Acabou-se. Foi-se. Mas não, você tinha que fazer tudo diferente. Tudo errado. Tava tudo tão calmo, precisava virar a minha vida de cabeça pra baixo e me deixar nessa encruzilhada? Culpa tua. Agora fico aqui pensando em gérberas enviadas. E achando a flor completamente sem graça. E fico mais. Procuro mil razões pra te culpar. E mil motivos pra te mandar caminhar. Medo. Pode ser. Mas seria tão fácil se tudo tivesse sido feito dentro do planejado. Se tu não tivesses cheiro amadeirado. Se tu não tivesses levado pistache. Não me pegasse daquele jeito e sussurrasse aquelas coisas. Se não me fizesse tantas perguntas. Tudo ia ser mais simples. Porque raios você foi me ligar no dia seguinte? Porque teve que me levar aquele sapo amarelo de pelúcia roubado? Não se rouba brinquedo de criança. Não se rouba a paz de alguém. E isso esta muito além das gérberas, culpas e sapos... Culpa minha. Tsc...

2 comentários:

Lua disse...

Olha ja vi muitaaaa gente dar a culpa nos outros... mas em si mesmo. tem certeza que a srtª esta raciocinando bem? quando as coisas saem do controlo tireas tambem, corra de um passo a frente do ja entao esperado... ou quem sabe volte um ponto atras. flores, eu "destesto" receber flores porque é no que quase todos pensam quando pensam em tentar agradar... + admito que fico la eu e meu sorriso escondido... beijos

ki-colado disse...

E a vida sem dúvida prega peças.