quinta-feira, março 31, 2005

Eu sempre achei que amor tinha que me fazer perder o tino, me dar taquicardia, me fazer suar frio, a ter palpitações.. Que tinha que ser recheado dessas pequenas inseguranças, será que ele me ama? Será que estou bem assim? O que será que ele está pensando? Que tinha que ter um toque de emoções arriscadas, uma briguinha aqui outra ali. Amor pra mim tinha que vir de forma avassaladora, tinha que me virar de pernas pro ar, me destruir por dentro, precisava mudar meu rumo, meu prumo. O meu amor, o amor que eu estava acostumada tinha que me fazer ficar acordada pelo uma vez por semana aos prantos com medo de perder...Era quase uma batalha pessoal, tinha que matar um leão por dia, só assim me sentia plena... Eu amei sim, muito, disso não tenho dúvidas, mas desse meu jeito louco, de que amor tinha que ser arrebatador.
Perguntaram-me se eu amava o Confeiteiro... Fiquei sem saber o que responder, porque definitivamente não sinto nada parecido com o que descrevi a cima, muito pelo contrario, o que sinto é uma paz imensa, a plena certeza de que tudo está bem e acabará bem. Sinto sua falta quando não estou com ele, muita falta, mas não sinto insegurança alguma, tenho a certeza de que sou amada, tenho a certeza da presença dele. Sinto-me bem, leve, como se as coisas estivessem todas nos seus lugares ou então sendo encaminhadas... Uma calmaria de sentimentos, não confundam com falta de sentimentos, os tenho, tenho tesão, tenho ciúme, tenho alegria, tenho nervosismo, mas de uma forma que talvez não saiba expressar, de uma forma serena, que me transmite paz, confiança, acho que talvez essa seja palavra, tenho muita confiança nesses sentimentos. Sinto vontade de dividir e não de competir. Por muitas vezes as palavras se tornam desnecessárias, sem que se tenha aquele silêncio incômodo... São sentimentos conhecidos, de forma nova, repaginados, algo completamente diferente do que eu já senti... Não sei e nem posso definir agora se isso é amor ou não. Só sei que algo que me completa, me faz bem e me trás paz...

quarta-feira, março 30, 2005

Tem coisas que só eu faço...

Pois então, comprei o cel, deixei horas carregando como me mandaram, cheguei em casa ontem, pego o lindinho, aperto o botão e... NADA!! Tento de novo, e de novo... e nada! Penso comigo: "será que sou tão burra o suficiente para na saber ligar essa merda de celular??" Tomada por essa calma que me é peculiar, junto todas as tralhas dessa naba de aparelho, saio abaixo de chuva esbravejando, batendo porta e querendo o fígado da vendedora da loja , me encharco toda tentando achar um táxi... To eu esbravejando dentro do táxi, já me lamentando por ser tão azarada, por que eu não merecia isso, (merecia?), seria intriga e olho gordo da concorrência, ou inferno astral que ainda não havia passado?... Quando resolvo desmontar a naba do celular, já que ta estragado mesmo, eu não teria como piorar a situação ... Eis que eu tiro a capinha, olho bem pra bateria e.... A anta-animal-paquiderme-topeira da vendedora da loja que montou o celular, colocou a bateria invertida, inverto a bagaça da bateria e:
- Moço, o senhor pode fazer a volta e me deixar no mesmo local que o senhor me pegou... (morrendo de vontade de abrir a porta e me atirar do táxi.
Na toca dos Leões...
Cena: 6 irmãs, 3 irmãos, 5 cunhados, 1 cunhada, 2 sobrinhos, 1 sobrinha, pai e mãe.
Situação: Jantar na casa da cunhada para conhecer a família do Confeiteiro.
Assunto da noite: Piadinhas a nosso respeito
Entre mortos e feridos: Acho que salvaram-se todos, duas das irmãs são simpaticíssimas, os cunhados idem, da mãe e do pai mal ouvi a voz. Fiz o dever de casa, ajudei a tirar a mesa, fui prestativa, simpática, uma digna moça de família...(a gente tenta né!) A beira de um ataque de nervos: Quando me fizeram contar em que circunstâncias nos conhecemos... Resultado final: Acho que positivo, tirando uma das leoas (irmã) que me analisou o tempo todo e nitidamente não foi com meus cornos. Mas ele já havia me alertado que essa leoa era meio pancada da cabeça e era possível disso acontecer.
Fora isso, fui muito bem tratada e acho que ganhei uns pontinhos com a família.

segunda-feira, março 28, 2005

E então foi assim...

Dela, ainda na quinta-feira ganhei um post lindo, de perder as palavras, de ficar meio besta , de sorrir de orelha a orelha. Não contente ainda me ligou (atrasada, bem atrasada, mas ligou rsrs).
Dele, que nem conheço direito, ganhei um Hai-Kai lindo, um presentinho inesperado de alguém mais inesperado ainda, que só vi hoje pela manhã, e presentes assim inesperados me deixam molinha molinha... Olha ai que fofo:
"Por um instante
Vi que sem você
Sou insignificante"
Da família, ganhei um jantar surpresa, ganhei flores, abraços, carinho. De Bernardo, ganhei beijos e reclamação porque não tinha balão no meu aniversário...
Confeiteiro me levou pra ver estrelas, não dessas estrelas de verdade que todo mundo vê, foram estrelas especiais, estrelas do Marrocos, fios de ouro que caiam sobre nossas cabeças, tantos que me pareciam um mar de estrelas... Tomei champanha, ganhei champanha na boca, fui bebida... Ganhei presente... Dancei... Beijei... Amei... Ouvi coisas que não esperava... Fiquei surpresa com muitas outras coisas... Sonhei e só não acordei porque não estava dormindo...
A todos que se lembraram, que me ligaram, que me mandaram torpedo, que deixaram um recadinho aqui pra mim, obrigada do fundo do coração pelo carinho.

quinta-feira, março 24, 2005

O dia é amanhã, mas como amanhã eu não vou estar aqui... (ué que vc queriam?? Eu trabalhando em pleno aniversário, já falei que decretaram até feriado!)... Entre, se aprochegue e vem comemorar comigo meus 26 aninhos (ainda to podendo dizer a idade). Senta ai, sinta-se em casa e pegue um pedaço de bolo.... E vamos falar besteira!!!

quarta-feira, março 23, 2005

E então foi chegando
Assim como quem não quer nada
Mostrando-se aos poucos
Revelando-me
Seduzindo-me
Ensinando-me que não apenas as tempestades trazem mudanças
A verdadeira mudança vem de momentos de calmaria
Onde os acontecimentos são lentos
Imperceptíveis
Com marcas permanentes
Raízes profundas
Momentos em que não se perde o tino
Mas se encontra a paz

sexta-feira, março 18, 2005

quinta-feira, março 17, 2005


Noite
Tão perto !
Tão longe !
Por onde é o deserto ?
Às vezes, responde, de perto, de longe.
Mas depois se esconde.
Somos um ou dois ?
Às vezes, nenhum.
E em seguida, tantos !
A vida transborda por todos os cantos.
Acorda com modos de puro esplendor.
Procuro meu rumo: horizonte escuro: um muro em redor.
Em treva me sumo.
Para onde me leva ?
Pergunto a Deus se estou viva,
se estou sonhando ou acordada.
Lábio de Deus !
- Sensitiva tocada.
Cecília Meireles
O acaso me trouxe até aqui... Quem me conduzirá daqui pra frente??

quarta-feira, março 16, 2005

Uma semana pra decidir o que dar de presente, mais uma semana pra achar uma artista plástica que fizesse exatamente o que eu queria, uma semana aguardando ficar pronto. Enfim chega o dia D, 30 dias juntos, toda feliz fui dar o presente...
- Presente? Que tem de especial hoje?
- ... (minha cara de tacho não deu pra disfarçar)
- Nada de especial, apenas um presente. (tentando ser natural)
Quando ele leu o cartão se deu conta da mancada que deu, e se lembrou que dia era, não sei quem ficou mais sem graça, se eu ou ele. Pra quebrar o clima de eu-não-sei-o-que-falo-agora, brinquei:
- Não fica assim não, vc só perdeu 20 pontos ainda tem 100. (Sarcástica é pouco)
Então tentou consertar a situação, completamente constrangido me levou num restaurante maravilhoso, depois num motel idem. E a noite acabou sendo perfeita... (Eu não consigo me chatear com ele).
Ainda mais quando ele.... (humm isso deixa pra lá, só pro pessoal da Bat Caverna kkkkkkkkkkkkk)

terça-feira, março 15, 2005

Sonhe com aquilo que você quiser.Vá para onde você queira ir.Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.Tenha felicidade bastante para fazê-la doce...Dificuldades para fazê-la forte...Tristeza para fazê-la humana...E esperança suficiente para fazê-la feliz...As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.A felicidade aparece para aqueles que choram, para aqueles que se machucam, para aqueles que buscam e tentam sempre.E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar, duram uma eternidade.A vida não é de se brincar, porque em pleno dia se morre."
Clarice Lispector
As palavras de Clarice nunca me pareceram tão verdadeira, quem acompanha meu blog (desde os tempos do Meus Momentos) Sabe o quanto eu lutei, o quanto eu me machuquei, o quanto busquei para hoje poder abrir os olhos e dizer que ESTOU feliz. Pois felicidade é um estado de momento, um instante que vem e temos que nos agarrar com unhas e dentes nele, e aproveitar... Sugar tudo de melhor que esse momento pode nos trazer, tentar eternizá-lo, fazê-lo único... Viver... Mas viver muito, porque em pleno dia se morre...

segunda-feira, março 14, 2005

Prova de fogo

Passei 32 horas com o Confeiteiro, saímos sexta passamos sábado inteiro juntos, saímos sábado à noite e só voltei pra casa, domingo pela manhã. Aliás foi no sábado que fiz ele fazer um programa de índio comigo e com Bernardo.
Já ouvi que sou mulher kit, mulher kinder ovo, mulher com step... Brincadeiras à parte a verdade é que pra ficar comigo tem que gostar do meu filho, não precisa ser pai é claro, mas tem que ao menos se prestar a ser tio.
Sábado Confeiteiro passou pela prova de fogo, dia inteiro no Zôo com Bernardo, o dia todo correndo de um lado pro outro, comendo porcaria, atendendo as solicitações e posso afirmar que foi tudo muito bem, e que ele tem até mais paciência que eu em algumas situações como por exemplo quando Bernardo embestou de pular a cerca que dava pros jacarés...
Acabamos nos divertindo muito e em determinado momento não sabia mais quem era a criança ali. Comeram tanto doce, que achei que passariam mal, fizeram concurso pra ver quem agüentava tomar mais coca-cola... Apostaram corrida, e na hora de comer maçã do amor...
- Mãe, isso é maçã do amor né mãe?
- Sim!
- Hum então o Confeiteiro, vai ficar apaixonado...Ele ta comendo a tua maçã
- ...
- Só que não vai ser pela maçã...
O dia foi cansativo, ainda mais pra ele que não ta acostumado com o pique do Bernardo, mas podem ter certeza de que recompensei muito bem ele depois....
Bem, me perguntaram se eu já conhecia a família dele, não ainda não conheço, mas tenho uma janta marcada essa semana com eles, 10 irmãos com os respectivos companheiros (as)... To mais ou menos preocupada, pois vcs sabem que sou meio estabanada, mas (a contrario que muitos acreditam) sou bem educadinha, sei me vestir e me portar (é acreditem, sei até comer de boca fechada).

sexta-feira, março 11, 2005

Ontem Confeiteiro conheceu mamy e meu filhote.

Tanto mamy quanto Bernardo soltaram suas pérolas....

Mamy em off: - Hum ele fala pouco, bom.... Nesse tu vai conseguir mandar!

Como era de se esperar Bernardo fez tudo que podia para aparecer, cantou, correu, deu piti, chorou, até que vendo que não conseguiria muita coisa...

- Tira a mão da perna da minha mãe e senta pra lá que eu vou sentar no meio!!

Então ta. Um bom findi pra todos vocês!!!

quinta-feira, março 10, 2005

Sou...

Sou Bernardo. Sou noite. Sou céu estrelado. Sou banho quente. Sou sono acompanhado. Sou comida picante. Sou soverte. Sou chocolate. Sou Leonor. Sou meus amigos. Sou dia frio. Sou filme abraçadinho, cobertor e pipoca. Sou praia deserta. Sou pôr-do-sol. Sou girassol. Sou risada aberta. Sou Natháli. Sou Adriana. Sou suco de abacaxi com menta. Sou fast food. Sou massas. Sou pizza de banana com gemada. Sou chuva fina. Sou cheiro de terra molhada. Sou Clarice, Florbela, Jorge, Quintana. Sou pipoca doce. Sou batata em qualquer derivação. Sou cheiro de madeira. Sou borboletas e ideogramas. Sou Engenheiros. Sou Legião. Sou Chico, Caetano e Gil. Sou banho de açude. Sou cavalgada no fim do dia. Sou brincadeiras. Sou manga madura. Sou Aline, Milla, Ghir, Charles, Edu. Sou e-mails carinhosos. Sou ligação inesperada. Sou pastelina. Sou bala azedinha. Sou livros. Sou Cd's. Sou lagartear no sol. Sou chimarrão, churrasco. Sou Orestes. Sou Elódio. Sou cartas. Sou a voz dele no meu ouvido. Sou Piano Bar. Sou Ira. Sou Turma da Mônica. Sou folha em branca e caneta na mão. Sou dia livre.Sou sexo. Sou olho no olho. Sou mãos dadas. Sou gosto cítrico. Sou vinho tinto. Sou parque de diversões. Sou arroz doce. Sou beijo na boca. Sou abraço apertado. Sou cheiro de pão. Sou milho verde com manteiga. Sou poesia. Sou serra e mar. Sou tia. Sou mãe. Sou amante. Sou recordações. Sou choro de amor, felicidade, saudade. Sou reencontro. Sou viagem. Sou independência. Sou dirigir. Sou tempestade. Sou arco-íris. Sou conversa fiada. Sou mesa de bar. Sou chope gelado. Sou paixão. Sou amor. Sou vida...

quarta-feira, março 09, 2005

Ontem quando Confeiteiro foi me buscar dou de cara com uma cesta de flores do campo com rosas brancas (lindas! mas um dia ele descobre que prefiro girassois). Saímos, jantamos, esticamos a noite e eu chegando em casa as 6:50 da manhã, coloco a chave na porta, giro e.... Alguém passou o trinco por dentro.... Abro a bolsa pra procurar o celular e ligar... Lembro-me que o pobre do meu tamagoshi (vulgo celular) ta no CTI de uma assistência, tentando prolongar a vida... Toco a campainha e nada, toco de novo, dou batidinhas na porta (minha afilhada e meu filho estavam dormindo na sala, eles fizeram uma cabana com colchão e cobertas - bem ao estilo -"somos independentes"-, o que me levava a não esmurrar a porta).
7:15 e nada, eu lá tentando inutilmente mandar uma mensagem telepática pra minha mãe, afinal dizem que o poder de nossa mente é infinito... Toquei a campainha de novo, bati na porta, já estava quase sentando no corredor resignada a esperar quando ouço passos .... Minha mãe com a cara toda amarrotada... "Pq tu não bateu???" (o que será que ela acha que eu to fazendo a mais de 25 minutos??). E finalmente 7:35 eu consigo entrar em casa... Mas saio 15 minutos depois pq o tronco me espera...


"Mas há a vida que é para ser intensamente vivida, há o amor. Que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata." Clarice Lispector

terça-feira, março 08, 2005

Sou espírita, freqüento o Centro, e nunca fiz que Bernardo me acompanhasse. Assim como foi me dado o direito de escolha, pretendo que ele quando tiver discernimento possa escolher a que religião seguir. Estranhamente Bernardo tem fascínio por Igrejas, sempre me pede pra entrar, olha tudo atentamente, já quis conversar com o padre, eu levei, já me fez assistir uma missa inteira. Ele simplesmente adora igrejas, pede que eu explique sobre as imagens que vê, sobre o que o padre diz..
Domingo estávamos passeando e passando em frente a uma ele pediu pra entrar, nessa igreja havia uma imagem de Cristo morto, ele me perguntou quem era, e eu disse que era o filho do papai do céu. Ele quis saber se ele estava morto, eu disse que sim, e me perguntou que havia matado ele, respondi que tinham sido pessoas que não concordavam com o que ele dizia. Ele aceitou a resposta e paramos a conversa por ai.
Quando chegamos em casa, ele se mostrou impressionado com a imagem de Cristo (filho de papai do céu) morto, e me pediu pra contar a historia dele. Disse que estava tarde que outro dia contaria. Mas na verdade não tenho a menor idéia de como contar uma história dessas pra uma criança de 3 anos, contar de uma forma simples que ele possa compreender.
Alguém tem uma idéia de como fazer??
********
Hoje é o Dia Internacional da Mulher ,o que eu acho bobagem, já que somos especiais todos os dias, mas de qualquer forma um PARABÉNS para todas as mulheres, que conseguem ser guerreiras, sem perder a feminilidade, que sabem concordar e discordar, que enfrentam uma tripla jornada de trabalho e não perdem o humor, que são simples e misteriosas, que riem, choram, amam, odeiam, e são sempre intensas. Enfim, parabéns pra todas nós que somos únicas.
E em nossa homenagem, vou postar um texto que recebi por e-mail, é um pouco extenso, mas é lindo, eu desconheço a autoria do texto:
Certo dia, parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas! São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós. Pare para refletir sobre o sexto-sentido. Alguém duvida de que ele exista? E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você? E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar um relacionamento? E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar o avião para São Paulo. Só meia hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece? O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro! Começam os murmúrios: "bem que minha mãe avisou.", "minha namorada chegou a tirar meu casaco do armário e eu não quis trazer"... As passageiras simplesmente tiram os casacos das bolsas. Como é que elas sabiam? "Leve um sapato extra na mala, querido. Vai que você pisa numa poça..." Se você não levar o sapato extra, meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro, pois o seu estará, sem dúvida, molhado... O sexto-sentido não faz sentido!! É a comunicação direta com Deus! Assim é muito fácil... As mulheres são mães! E preparam, literalmente, gente dentro de si. Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal? E não satisfeitas em gerar a vida, elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral. Fala-se em "praga de mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"... Tudo é meio mágico... Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de mãe" nos "anjos da guarda" de Seus filhos (que aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança). E sua beleza? No reino animal, em geral, o macho é o mais belo. O leão, o pavão, o condor... Nem é preciso dizer que a raça humana foge completamente à regra. As mulheres choram. Ou vazam? Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres tem um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens... É choro feminino. É choro de mulher... Já viram como as mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir uma à outra para mudar de assunto, apenas com o olhar. Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com outro. Quantos tipos de olhar existem? Elas conhecem todos... Parece que freqüentam escolas diferentes das que freqüentam os homens! E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens. En-fei-ti-çam!! E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas? Para estudar os homens, é claro! Embora algumas disfarcem e estudem Exatas... Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa seara. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era "um continente obscuro". Quer evidência maior do que essa? Qualquer um que ama, se aproxima de deus. E com as mulheres também é assim. O amor as leva para perto Dele, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem "estar nas nuvens", quando apaixonadas. É sabido que as mulheres confundem sexo e amor. E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida. Pena que eles nunca verão as mulheres-anjos que tem ao lado. Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo. Mas elas são anjos depois do sexo-amor. É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos. E levitam. Algumas até voam. Mas os homens não sabem disso. E nem poderiam. Porque são tomados por um encantamento.

segunda-feira, março 07, 2005

Ok! Eu sei que esse blog já ta ficando muito mela-calcinha, que vocês não agüentam mais me ouvir falar em Confeiteiro e que provavelmente já estão tendo embrulhos de tanto doce escorrendo... Prometo que vou tentar me controlar....






(tentando me controlar)







(ainda tentando)











(ainda...)








(ai! não deu.. vou ter que contar)






Tomando chope num barzinho, risadas soltas, bobagens rolando, ele olha bem sério pra mim, do tipo olhar 43!!!:

- To gostando de você...

E eu? Me derreti toda.


Agora me ajudem e prometo acabar com a fase mela-calcinha, preciso dar um presente pra ele, então quero sugestões de algo criativo e de preferência de baixo investimento financeiro (srsrs esse mês ta foda, mas tipo assim uns R$ 50,00) Dêem-me boas idéias e prometo a vocês parar de despejar açúcar aqui!!!



Em tempo: Ele notou que pintei o cabelo (é faça ohhhhhh de surpresos), e nem foi uma mudança radical, é quase impreseptivel, passei de chocolate para loiro-escuro-acaju-avermelhado (as mulheres me entenderão), é claro que ele não soube o que mudou, mas perguntou se eu tinha pintado o cabelo, pq parecia mais claro!!! Gentem, homem que nota mudança no cabelo, é TUDO!!!

sexta-feira, março 04, 2005

Eu acho que vi um gatinho... Eu vi! Eu vi, sim !!!

Bem humorada, contente, alegre, feliz, de bem com a vida, de vento em poupa, rindo a toa, cara de quem viu o passarinho verde, mais contente que chinoca de vestido novo, vendo estrelas, dando pulinhos, pisando em ovos, com a cabeça nas nuvens, festeira, animada, de cara boa, cara de boba, cara de quem comeu e gostou, feliz pra burro, de bem com o mundo, soltando serpentina, mais contente que cusco depois de comer, de riso fácil, gargalhando a toa, tudo azul, soltando foguete...

quinta-feira, março 03, 2005

Ontem por volta das 22:30, o telefone quebra meu lindo sono de beleza... Atendo com voz de sono e levo alguns minutos pra perceber que é o confeiteiro do outro lado da linha. Conversa banal por alguns minutos, quando começo a ouvir muito barulho pra ele estar em casa (onde eu acreditava que ele deveria estar). Pergunto com toda a minha delicadeza habitual:

- Que barulheira é essa, onde tu ta?.( Surpresa minha que ele diz que ta na frente da minha casa e é pra mim descer.) Agora me diz, como é que se fica apresentável em 5 minutos. Como se disfarça a cara marcada de sono, a crosta da baba que já começava a escorrer pelo canto da boca, os cabelos que por mais eu tivesse pedido a Deus teimaram em ser crespos... Tentei fazer o melhor possível e desci.

-Oi, que susto tu me deu, essa hora aqui.

- Tava no super, queria te dar uma coisa e não ia agüentar esperar pra te entregar amanhã. Disse isso já abrindo o carro e me tirando um ovo de páscoa (chocolate alpino, diga-se de passagem!) enorme!!!!!

É ou não é um fofo?? Eu só tenho que me cuidar, pois sem fumar e comendo doce dessa maneira, vai começar a cair tudo e não haverá cristo que faça levantar!!! Ah meus queridos e tem que levantar, nem que seja com reza!! (piada interna)

terça-feira, março 01, 2005

Ela esta feliz, as coisas não estão perfeitas, mas ela esta realmente feliz. Ao caminhar pelas ruas muitas vezes pega-se sorrindo, sorrindo para as pessoas, sorrindo de situações comuns, sorrindo para si mesma.

Ela esta feliz, feliz como uma borboleta que sai de um casulo, que sabe que depois de sua fase de lagarta agora está livre pra voar.

Ela esta feliz como criança em parque de diversões, como o menino de bola nova ou a menina com sua boneca de pano.

Ela esta feliz, a mesma felicidade simples que sente ao sentar em um gramado e tomar um chimarrão. A mesma felicidade simples e intensa que encontra nos olhos do seu filho. Aquela felicidade que se sente depois da chuva com a chegada do arco-íris. Uma felicidade igual a que ela sentia quando criança a correr livre pelo campo e tomar banho de açude.

Ela esta feliz, uma felicidade doce como maçã do amor, macia como algodão doce e cheirosa como pipoca quentinha.

Ela esta feliz, feliz de alma, uma felicidade que transborda e se faz notável. Uma felicidade calma, que aquece, que contempla, que ilumina.

Ela esta tão feliz que chega a ter medo.