quarta-feira, novembro 29, 2006

Calma... Alma....


Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára










Enquanto o tempo acelera
E pede pressa
Eu me recuso, faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara







Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência









O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência








Será que é tempo que me falta pra perceber?
Será que temos este tempo pra perder?
E quem quer saber
A vida é tão rara








Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei
A vida não pára
A vida não pára, não
A vida não pára
A vida é tão rara

7 comentários:

C de Cinéfila disse...

Bonito, vc é inspirada. Só relato que mesmo gostando, as palavras paciência e calma me dão um certo arrepio. Ouço isso com tanta frequência...
Bj

*Lusinha* disse...

A vida não pára e o tempo é imperdoável, mas é amigo e essa renovação que o passar dos ponterios me permite que me motiva a seguir, porque se hoje não foi bom, amanhã poderá ser melhor e se parece que foi tempo perdido, o bico que predominou ontem, com certeza, alguma coisa ele te ensinou.
Bjitos!

Bellaessence disse...

Lenine?teve show dele aqui estes dias...muito boa esta música-E seu post ta lindo!A gente ás vezes quer andar mais rápido do que a propria vida nos permite.

:D


Bjs

jupyhollanda disse...

Olá, ví o link do seu blog na Mônica Montone. Dei uma passeada por aqui e gostei muito do que ví...(rimou. clichê, não? =p )
Voltarei mais vezes e te linkarei no meu blog...

Bjos cariocas,

Juju Hollanda

Gabi disse...

Lenine, meu conterrâneo :)

Ducke disse...

A vida é tão rara

pois eh, e muitas vezes não soubemos aproveitar...

beijos guria, saudades!

=P

Bia Ferreira disse...

Lindo!!! adoro essa música.. adoro o Lenine.. rsrsrs

tá tarde agora, mas tenha um lindo dia!!!(todos os dias)