quinta-feira, março 01, 2007

Eu já disse?


Eu já disse o quanto eu sou um poço de instabilidade? E o quanto eu queria ser paciência quando sou agonia e o quanto queria certeza quando sou dúvida? Eu já disse o quanto eu nunca sei ser satisfeita com nada que eu tenho? E o quanto à possibilidade de mudança é pra mim um perigo constante? Eu já disse o quanto meu coração bate forte em situações de inusitado e de algo desconhecido? Já disse que às vezes eu canso de falar e parece que as palavras me faltam mesmo quando eu continuo aqui falando sobre algo que nem eu sei se é ou se pode ser? Eu já disse que minha verborragia é insegurança? Eu já disse que acho que tua boca faz bico mesmo quando você tá sério? E convenhamos que boca! Eu já disse que meu desdém é admiração? Eu já disse que minha extroverção (essa palavra existe?) é timidez? Já disse que tenho medo? Eu já disse que quero não querendo e que geralmente não querendo eu quero? Eu já disse, que contigo, minha mente pensa mais do que minha boca fala? Eu já disse que meus “enfins” são só “poréns”, meus pontos finais são apenas vírgulas, meus “nãos” são “sins”... Já? Já.



Inspirado e adaptado de um post dessa moça.

2 comentários:

Hoppus disse...

Muito bom teu post, pelo menos escrevendo você consegue descarregar alguns sentimentos.

Se cuida!

garota complexada disse...

Eu já disse que gosto dos seus posts?
E essa história de "poço de instabilidade" eu conheço bem demais. Talvez seja só insegurança.
beijinho.