terça-feira, setembro 04, 2007

Só bobagens...

Fuçando numas coisas lá em casa, achei umas agendas antigas, do tempo que eu tinha agendas, com vários clipes coloridos, recortes de revista (Carinho, Capricho – alias vendo a Capricho da minha afilhada, me dei conta que a Capricho da minha época era bem mais legal) e todas outras bobagens que a gente guarda quando somos “adolescentes”:

- Quando eu tinha uns 9 anos, já era sábia o suficiente pra escrever numa das páginas: "MENINOS SÃO IDIOTA, DESISTA DE TODOS ELES!!!!" Já quebrei a cabeça pra tentar me lembrar quem foi o causador dessa frase, porque é certo que quem me fez ter uma resolução tão séria só pode ter sido um menino.

- Quando eu tinha uns 11anos, já vivia essa eterna crise com a minha mãe: “Fui adotada!! É a única explicação que vejo pra ser filha de alguém tão diferente de mim! Eu não pertenço a essa família!”

- Aos 12, já tinha crises e fazia coisas que iria me arrepender: “E agora?????????? Gosto do Dani, mas beijei o Chico!!!!!!!!! Só batendo a cabeça na parede!” Daniel, irmão de uma amiga, a Luciana, era apaixonada por ele, então numa festa na casa dela, beijei o Chico, outro irmão dela, bemmmmmm mais velho que eu, na verdade eu sei que beijei porque nunca tinha beijado antes, e queria aprender antes do Dani. E fui fazer isso beijando o irmão??? Por sinal descobri da onde vem meu trauma com língua na orelha (odeiooooo), vem do Chico, lembro que ele colocava a língua na minha orelha (nojooooooooo). Pros curiosos, eu namorei o Dani depois. Ho ho ho!

- Na mesma época: “Comprei!! Comprei! Minha melissa transparente, pra usar com meias de lurex!!” Ninguém merece!!! Saca, o gosto da criatura?? Meias de lurex (pra quem não sabe é um tecido brilhoso, prateado, dourado e tals) com melissa transparente? Me chicoteia!!

- Achei duas páginas escritas em código, estrelas, corações, quadrados... Pena que não me lembre mais a combinação, fiquei curiosa em saber o que de tão segredo existia ali.

- E meu gosto duvidoso pra moda continuou, tem o relato do dia que ganhei uma calça branca com várias margaridas coloridas florescentes! (??) Eu dizia que ia arrasar a noite! Por conta da luz negra, ia só aparecer às margaridas! Ainda bem que a gente cresce e melhora né?!

- Quando perdi a virgindade tem só uma frase: “Como é que as pessoas podem gostar disso?!!” É eu viria saber como mais tarde.

Como a vida era simples e a gente nem sabia!!!

4 comentários:

Amanda_Bia disse...

né?! as vezes pego minhass agendas antigas tb e me divirto! eu já era psicotica e com tendencias suicidas aos 13 anos! e ficava feliz qdo um garoto só olhava p/ mim! era tão insegura! me achava o patinho feio!
eu queria aquele passado de novo!
bejus!

Fernanda disse...

Adorei ler tudo isso!
Sabe que ha algum tempo, arrumando o armário encontrei minhas agendas. Enoooormes, com direito a papel de bala e entradas de cinema.
Deu uma saudade gostosa!!!!
Pena que como vc, eu tbém tinha códigos cheios de desenhos e não consegui decifrar muitas páginas da minha vida ahahaha.
Beijos.

Thiago Augusto" disse...

akkakakka
E como nós melhoramos!

Menáge à Trois disse...

Ainda guardo umas agendas antigas, qualquer dia ponho fogo nelas! O mais intrigante é que não me acho tão diversa daquela garotinha de 13 anos que chorava puro sentimento, mas me acho absolutamente diferente daquela inocente que não entendeu a piada das bolas.

Bjos moça
ótimo texto
reminiscente.