quarta-feira, junho 27, 2007

Mas sim. Não é não!

Quando eu te disse “não”, meu corpo todo te dizia “sim”. E eu fiz um esforço enorme pra que não notasse. Porque eu sei que se você se quer percebesse, ia fechar mais esses olhos pequenos, abrir esse sorriso largo e soltar uma dessas suas frases de efeito com seu sotaque carioca que me arrepia toda espinha. Mas não era só meu corpo que dizia sim, meu estomago doía. Ele dava nós dentro de mim. Isso sempre acontece sabia? Quando estou perto de você. Quando você me fala esses “ésses” com som de “xis”. Quando você chega dentro desse terno bem cortado. E me da um beijo estalado na bochecha. E você fecha mais esses olhos... Ah esses olhos... Eu teria me dado a você só por esse par de olhos pequenos. Como você mesmo disse, nós sabíamos que isso ia acontecer desde o primeiro dia que nos vimos. Atração. Saiu faísca. Magnetismo. E aconteceu. E foi ótimo. Só que agora meu estomago dói cada vez mais a cada não que tenho que te dizer... Mas sim, não é não. Eu já to legal de confusão na minha vida.

4 comentários:

bella disse...

pq disse não se queira dizer sim??
ai ai ai



deixa te levar!!!

bjos

bella disse...

eitaaaaaa!!!
aí dá não moço!!!
hunf!!!
rsrs
bjos

Estava Perdida no Mar disse...

Ah...ele é carioca...Agora entendi de onde vem todo este poder.
Vai fundo menina
Ah, a dor no estomago...tb sinto...Normal. Dói outras partes tb, mas não vem ao caso, por aqui.
Hehehe

Estava Perdida no Mar disse...

Nossa, Jana, que merda.
Nem imaginava que era isso, eu achava que ele era muito menino pra vc e aí não pdoeria lhe proporcionar algo mais sério.
Que porcaria isso.
Mas, por outro lado, ele parece muito afim de vc. Será que não seria o caso de vc descer do muro e aí ele desceria tb. Acho que ele tb tem medo.
Beijos