quinta-feira, junho 21, 2007

Drops (porque eu to sem um puta saco)

- Então eu fui. Bem mulherzinha. Toda meiga. Toda assim como vocês sabem. Só que teve erro de comunicação no meio do caminho. O outro lado latia. PUTAQUEPARIU viu, porque quando eu juro que é do fundo da alma que eu quero deixar a cachorra guardada, é só a cachorra que querem ver. Então, como eu também sou da idéia de que se ta no inferno vai lá e dá um abraço no chifrudo. Tava ali mesmo né. Ia perder nada não. Melhor que ficar passando vontade. Fui lá e vi o capeta de perto.

- Mas como diria minha santa mãe se soubesse dessa história sórdida, tu tem dez dedos, nove são podres e o que sobra é Maria vai com as outras...

- Pior de tudo, pior de tudo mesmoooooooo é que meu sexto sentido avisou. Juro. A Clara – Lu não me deixa mentir. Eu disse ontem, “to sentindo isso”. E foi, batata. Eu só podia sentir os números da mega sena...

- Assim, não confundam as coisas, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Uma o buraco é um cadinho mais pra baixo.

- Ta eu fui lá. E Peguei o que eu queria pegar. O plano todo não saiu como devia. Mas quando é mesmo que sai?

- E eu só consigo pensar. E agora ?

4 comentários:

Alê Namastê disse...

Nem tudo foi erro...
Beijos

J@de disse...

Ah minina... agora é agora... depois vc vê!!
O que não pode é pensar uma coisa e fazer outra, não pensa, faz e dane-se!!
Uma hora vc faz o certo!! hehe!!
Beijos!!

Estava Perdida no Mar disse...

Não pensa mais não. Só faz.
Ah, adorei essa história dos dedos das mãos que sua mãe conta.

Girassol disse...

Agora... bom, se os planos já foram todos para o espaço, eu diria que o melhor é encher a barriga,rs!
Já que a vida é curta, se é para se «perder», que em vez de ser por 10, seja por 100.

Beijo