segunda-feira, janeiro 29, 2007

Vou evitar


Não sei o que anda acontecendo comigo. Eu não sou assim. Ou eu não era mais assim. Ou eu não quero ser assim. Ando cheia. Cheia de você. De coisas que já deveriam ter se esvaziado há muito tempo. De coisas que já pensei estarem vazias. Enlouqueço assim, cheia de vento. Simples cores me lembram você. Não você propriamente. Remetem-me a outras lembranças que me remetem a você. Eu achei que você já tinha passado. Ou era daqueles que quando se vão não levam nada. A gente gosta de se enganar. Me disse uma estranha. E eu achei que já estava vazia de você. O que me enlouquece não é você ter ido. Nem você ter ficado dentro de mim. É que ora acho que você já saiu de mim. Ora acho que criou raízes. Esse vai e vem que me enlouquece. Ou é ou não é. Meio termo nunca me agradou. Mas incrível é que não sinto saudade. Não sinto mesmo. Talvez tristeza. Melancolia. Algumas vezes arrependimento. Eu tenho saudade dos momentos, mas não de você. Tenho saudades de situações, mas não propriamente de você. Não é estranho? Sofrer por alguém que não nos traz saudade? Ou será que isso que sinto é saudade de você? Mas eu também não estou sofrendo. Mais estranho ainda. Estou o que por você então? A gente sempre quer as respostas de forma objetiva. E eu nem em destino acredito. Se acreditasse deixava nas mãos do acaso. Mas não acredito. Sou mais do livre arbítrio. Você teve. Eu não. Mas vou evitar pensar nisso agora. Já tenho confusões demais.

“Por que não nasci eu um simples vaga-lume?” Machado de Assis

5 comentários:

Bill disse...

É como olhar uma nuvem no céu azul, quando achamos que é uma coisa, o vento muda a forma e ja é outra coisa, no fim sabemos menos de tudo e um pouco de nada...

Beijo dona moça e ótima semana pra tu

:*******

DIego disse...

Estranho é sentir saudade daquilo que nem sequer foi vivido.
E como na vida há tanto desencontro...

Ah, e Machado é sempre uma GRANDE referência na vida!

Sujeito Oculto disse...

Olha, acho que sei exatamente do que você está falando!

Lipe disse...

Nussssss
Bem relativo isso heim!!!
xD
Bjãoo!

J@de disse...

A gente sente falta do sentimento né? Estou passando por isso... desisti de uma relação ruim e aqui dentro ficou um vazio...
Beijos!!