terça-feira, janeiro 23, 2007

Verborragia

- Eu preciso falar!!! Eu não sei, mas acho que só a Mila (sei, to devendo o post onde puxo o teu saco! kkk) entende, até porque ela passa a mesma coisa (ou somos nós duas doidas suficientes pra isso – idéia mais provável). Sobre o post de ontem, eu não estou triste, nem nada do gênero, eu to OTIMA. Mas eu estar ótima não quer dizer que não tenha momentos onde as lembranças do meu passado aparecem na minha mente, sem que isso signifique que estou preste a cortar os pulsos “pq ele não esta comigo”. Entendam, não estar com tal pessoa, talvez não seja significado de sofrimento, pode ser até um alivio. Mas quem disse que as lembranças se apagam quando estamos aliviados? Só pra deixar claro, eu estou Ó-T-I-M-A! É que às vezes eu to ótima ali no limite!

- Aquela Ana Ly (é assim o nome da moça?) do BBB não gosta da mesma fruta que eu gosto. O Bial perguntou o que era melhor na festa, e a moça respondeu “ver as meninas dançando...” Fala sério!

- Ao Sr. Anônimo que comentou ontem, não sou garota de programa não. Mas se fosse, não dava pra gente com pinto pequeno como você, nem pagando! Não perca seu tempo, não me faça perder o meu tempo. Não vou entrar na sua onda. (nem procurem, pq já deletei o comentário).

- Nunca, mas nunca mesmo, levem em consideração sugestões cinematográficas de meninos de locadora com cara de intelectuais.

- Ontem ouvi uma música da Ivete, daquelas beeeeemmm antigas, caralho, pq tinha que ser aquela música!!! Odeioooooooo minha lembrança musical!

- Eu sei que to devendo a duas pessoas uma corrente de resoluções para 2007. Eu não esqueci, mas não sei se vou fazer, até porque não tenho nenhuma resolução para 2007.

- Alguém ai que freqüenta o blog da Luma, poderia avisa-la de que não vou lá, simplesmente porque não consigo! Ela deve estar me achando uma vaca mal educada.

- Ao Sr. Anônimo2 (aquele que se diz um cara do meu passado). Se esse texto é pra você? Muito provável que não. Primeiro porque não sei quem você é (e seria bem mais simples se soubesse), segundo porque a pessoa pra quem o texto foi escrito, não estaria num blog e muito menos usaria as palavras que você usou. Agora, se minhas suspeitas sobre quem você estiverem certas, você já teve todos os textos meus que mereceu. Uma pena que não soube aproveitar isso. Bom tenho duas suspeitas, ou você é realmente alguém do meu passado, ou é outro louco que pousou por aqui, já que tudo que disse sobre mim, é genérico e qualquer pessoa que acompanha o meu blog saberia falar. Mais uma coisa, se for quem eu penso, não tem que estar em casa cuidando da sua mulher e dos preparativos do casamento? Sua visita é uma honra! ha-ha-ha... (esse vocês podem conferir no comentário de ontem).

2 comentários:

Hoppus disse...

ual! que mulher rebelde, chega deu medo agora, hehehehhehe, é e eu sei que vc tá me devendo viu mocinha??

mas tudo bem, com certeza estar bem não significa esquecer do passado pelo contrário, parece que tem sempre alguma coisa que quando estamos "lá em cima" tem sempre algo querendo puxar nosso tapete, seja a razão, seja o coração.

beijos menina rebelde!

Hoppus disse...

quando você parar de procurar o amor ele irá te encontrar, assim, sem mais nem menos...

boa espera e bons planos!

d;^)