terça-feira, janeiro 29, 2008

Blá...Blá...Blá...

- To sofrendo de uma espécie de falta-de-inspiração-preguiçosa-pré-férias. Tenho preguiça de tudo. E completamente sem assunto pra por aqui. Os que tenho não interessariam vocês.

- Ontem tava de mau humor. Por isso não apareci. Era capaz de rosnar e morder. A crise aguda já passou. Agora só to rosnando, infelizmente.

- Bobeiras Bobagem Besteiradas. Então que a tal miss têm aprontado poucas e boas. No maior estilo bêbada chata e fiasquenta. Mas vamos combinar que sem ela lá eu não daria metade das risadas que dou.

- Tempo ta meia boca. Até domingo o jornal ta marcando pancadas de chuvas. To pensando em enganar o tempo e viajar só na segunda... Mas se tem uma coisa que eu gosto menos do que praia é praia com vento, e o nordestão ta pegando lá pras bandas que eu vou. To preparando meu saco, esvaziando completamente ele para agüentar o que me espera!

- Se tem algo que me irrita é gente que se acha. Se tem algo que me irrita mais é gente que se acha e mente descaradamente. E se tem algo que me irrita infinitamente até a ponta dos meus cabelos é gente que se acha, mente descaradamente e eu simplesmente não suporto nem olhar pra cara sem ver o cinismo escorrendo...

- Definitivamente eu só escrevo algo que preste se estou com raiva, triste ou apaixonada. Assim estando “nada” só sai essas coisas que simplesmente não interessam ninguém.

- Se vocês me acham cara dura e sem noção deveriam conhecer a minha irmã. Em um dia ela marcou o recorde de perguntas indecorosas e sem noção. E nem eu tenho coragem de colocá-las aqui.

- Minha sorte no orkut: "Sorte de hoje: Você e sua mulher terão uma vida feliz". Bizarro! Bizarro!!!

- Então que tava andando na rua ontem e na minha frente vinha uma moça conversando com uma senhora de mais ou menos 70 anos. Ai que a guria fala: “então vó, eu to ‘FUDIDA’!” E a senhora dentro de sua sabedoria, para e olha pra a neta e dá um dos melhores conselhos que eu já ouvi na minha vida. “Mas minha filha, que graça essa vida tem se a gente não “fuder”?” E caiu numa gargalhada. Eu atrás não me agüentei e ria também. Pois é. Não da pra perder o humor, principalmente quando estamos “fudidas”.

- Quanto “mente” neste post: completamente, infelizmente, descaradamente, infinitamente, simplesmente, definitivamente, principalmente...

- Eu desesperadamente estou completamente e assumidamente sem nenhum assunto. Despretensiosamente.

8 comentários:

F. S. Júnior disse...

esta semana comecei meio que com preguiça... vontade de abandonar tudo.. fechar o blog inclusive... heheheh

qto ao orkut.. ri muito aqui... é um humor bem nonsense...heehhehehehe

Estava Perdida no Mar disse...

Putz, preguiça está sendo meu segundo nome neste mês. Espero que o carnaval melhore isso.

Cara, este lance da velhinha foi tudo de bom. adorei. Beijos

Amanda Bia disse...

que velhinha mais adorável!!! que engraçado! ah... todo mundo sofre de falta de inspiração às vezes! você ainda comsegue escrever coisas divertidas mesmo sem inspiração! isso é um dom!
beijos!

Dani disse...

Otimo conselho da "vovo"!!rsrs
Nesses momentos em que nos encontramos "fú" que tantas coisas se esclarecem nao é...

beijos

Thiago Augusto" disse...

Sou obrigado a concordar com vocÊ que textos de qualidade vêm de emoções fortes... :/ Infelizmente...
Mas eu gosto desses tópicos! ^^

E áh, boa sorte com sua mulher! =D

Thiago Augusto" disse...

Sou obrigado a concordar com vocÊ que textos de qualidade vêm de emoções fortes... :/ Infelizmente...
Mas eu gosto desses tópicos! ^^

E áh, boa sorte com sua mulher! =D

Daah disse...

hahaha
estou contigo... sem inspiração alguma por esses dias.
Começo até ficar brava com isso, acredita?

Alec disse...

hum... Sinto a mesma coisa, não a culpo. É triste pensar que não sabe o que escrever...