quinta-feira, dezembro 27, 2007

Regente em 2008.

Todo mundo sabe que não gosto de falar de religião aqui, pois religião é que nem bunda, cada um tem a sua. Mas muita gente me mandou um email perguntando que orixá regerá 2008 (coisa que se acha na net facim facim), e como cansei de responder os emails, vai aqui um resumo sobre Xangô, orixá que será o Regente de 2008.



XANGÔ: Orixá da justiça. Comporta-se ora com severidade, ora com benevolência.

Dia da semana: terça-feira

Cor: vermelho e branco

Número de axés: 06, 12, 24, 112, etc.

Comida: amalá, (carne de peito, com mostarda e pirão)

Função: demanda com justiça

Características: dono dos trovões, justiça, pedreiras e espíritos.

Saudação: kaô kabelecilê

Sincretismo: Aganju-São Miguel e São Gabriel; Agodô-São Jerônimo; IBeji -Cosme e Damião;



Bastante popular no Brasil, sendo confundido como um maior entre os outros, Xangô é um rei, porta-se como tal, cuida da administração do poder e principalmente justiça. Reina soberano na cidade de Oyó. É pesado, íntegro, possuindo um grau elevado de autoritarismo.
Suas decisões são sempre baseadas na ponderação, na sapiência e bastante corretas. É o Orixá que decide sobre o bem e o mal. Considerado por muitos como Deus dos Raios e Trovões. Acredita-se que Xangô utiliza o raio como uma das suas armas, enviando-o como castigo, após estudar os prós e os contras do filho, como num julgamento usando a famosa balança da justiça. Seu axé está concentrado nas formações rochosas, nos maciços a flor da terra.O símbolo de Xangô é o machado com duas lâminas cortantes, indicando seu poder, indicando o olhar da justiça em duas direções.



Características dos filhos: O filho de Xangô apresenta um tipo firme, enérgico, seguro e absolutamente austero. Sua fisionomia, mesmo a jovem, apresenta uma velhice precoce, sem lhe tirar, em absoluto, a beleza ou a alegria. Tem comportamento medido. É incapaz de dar um passo maior que a perna e todas as suas atitudes e resoluções baseiam-se na segurança e chão firme que gosta de pisar. É tímido no contato mas assume facilmente o poder do mando. É eterno conselheiro, e não gosta de ser contrariado, podendo facilmente sair da serenidade para a violência, mas tudo medido, calculado e esquematizado. Acalma-se com a mesma facilidade quando sua opinião é aceita. Não guarda rancor. A discrição faz de seus vestuários um modelo tradicional. Quando o filho de Xangô consegue equilibrar o seu senso de Justiça, transferindo o seu próprio julgamento para o Julgamento Divino, cuja sentença não nos é permitido conhecer, torna-se uma pessoa admirável. O medo de cometer injustiças muitas vezes retarda suas decisões, o que, ao contrário de lhe prejudicar, só lhe traz benefícios. O grande defeito dele é julgar os outros. Se aprender a dominar esta característica, torna-se um legítimo representante do Homem Velho, Senhor da Justiça, Rei da Pedreira.



* O Orixá regente do ano, nada tem a ver com o orixá pessoal de cada um. O meu por exemplo é Iemanjá.



******************************


Aproveito para desejar a todos um FELIZ ANO NOVO!


Meus desejos de fim de ano?
Que cada um chegue exatamente onde quer chegar. E quando 2008 acabar eu não tenha essa sensação de que perdi toda a diversão.





UMA NOITE MARAVILHOSA PRA TODOS!

5 comentários:

Dani disse...

Nunca ouvi falar dessa comida (amalá)
Em 2008 quero ser regida pelo orixá do dinheiro. Qual é?
bj

Amanda Bia disse...

que divertido! como eu descubro por qual orixá sou regida?
beijos!

Priscila disse...

Eu tinha visto em algum lugar (ou alguém me disse?) que 2008 seria regido por Ogum... mas tudo bem, assumo que posso estar errada por nem ao menos lembrar onde vi isso.

Agora, adorei o resuminho, mas falta um desses pra Iemanjá, hein! :p
;)

Wlado disse...

feliz mesmo!!!

Ana Fernandes disse...

2008 chegou!!!!
woo hoo!!