sexta-feira, julho 20, 2007

Trasbordei...



Ontem à noite, antes de chegar em casa. Noutro lugar. Tive uma crise de choro. Não choro ruim. Choro de alivio. Daqueles choros que a gente coloca tudo pra fora, em soluços e suspiros. Pedia aos meus. E agradecia tudo. Trasbordei. Esperança. Terminei de me esvaziar ali. Cheguei em casa. E então: SURPRESA! Mãe e Bernardo em casa. Foi tão bom. Ouvir vozes, além da minha e da TV. Bernardo encontrou os DVD’s/Vídeo Games que havia comprado e estava já descobrindo os macetes de todos. Eu sentei no sofá da sala. E fiquei ouvido aquele burburinho todo. Minha mãe reclamando de não sei o que na cozinha. Bernardo gritando no quarto. Ai eu me lembrei que precisava só de mais uma semana sozinha. Porque eu precisava ir lá ver uma coisa. Mas como eu disse ali em baixo. Não. Eu não. O Calvin. Escolhi ignorar o bom senso. Vou de qualquer jeito. Devo ir. Porque eu me sinto leve. Vazia. Pronta pra começar a me encher novamente

6 comentários:

cilene disse...

As coisas vao dar certo....pelo menos sao meus desejos para vc

clara disse...

tu é valente, guria. Admiro tanto sua capacidade de se renovar...

Lorita disse...

Leve como uma pena leve...

Encha-se com vida boa e de qualidade, xá pra lá as mazelas deste mundo estranho.

Bjm

Nilza disse...

Oi..Jana!
Que surpresa boa! Atualmente eu ador um colo de mãe, acho que nunca dei tanto valor..sabia?

Beijos e bom final de semana

bella disse...

Tão bom se sentir leve!
Eu aqui,preciso me esvaziar.



Bjs !!

Amanda_Bia disse...

então vai e volta bem, ok?!
bejus!