sexta-feira, julho 06, 2007

In Memorium



“Paixão cruel desenfreada


Te trago mil rosas roubadas


Pra desculpar minhas mentiras


Minhas mancadas”
Exagerado – Cazuza / Ezequiel Neves / Leoni





“O nosso amor a gente inventa


Pra se distrair


E quando acaba, a gente pensa


Que ele nunca existiu”
O Nosso Amor a Gente Inventa - Cazuza / Rogério Meanda / João Rebouças



“Pra que mentir


Fingir que perdoou


Tentar ficar amigos sem rancor


A emoção acabou


Que coincidência é o amor


A nossa música nunca mais tocou...”
Codinome Beija Flor – Cazuza / Reinaldo Arias / Ezequiel Neves




Eu nasci para um bar


Pra uma zona vulgar


Dar vexame na rua


Beber cachaça de macumba”
Born To Rock’n Roll – Cazuza





“Exausto


De correr sabendo


Que não tem ponto de chegada


Nem beijo de namorada”
Carreirinha – Cazuza












“Migalhas dormidas do teu pão


Raspas e restos


Me interessam


Pequenas poções de ilusão


Mentiras sinceras me interessam


Me interessam, me interessam”
Maior Abandonado – Cazuza / Roberto Frejat






"Pois aquele garoto que ia mudar o mundo (Mudar o mundo)


Agora assiste a tudo em cima do muro (em cima do muro)


Meus heróis morreram de overdose


Meus inimigos estão no poder


Ideologia


Eu quero uma pra viver

Ideologia


Eu quero uma pra viver


Ideologia


Pra viver”
Ideologia – Cazuza / Roberto Frejat




“Eu quero a sorte de um amor tranqüilo


Com sabor de fruta mordida


Nós na batida, no embalo da rede


Matando a sede na saliva”
Todo Amor que Houver Nessa Vida - Cazuza / Frejat




“Vamos pedir piedade


Senhor, piedade


Pra essa gente careta e covarde


Vamos pedir piedade


Senhor, piedade


Lhes dê grandeza e um pouco de coragem”
Blues da Piedade – Cazuza / Roberto Frejat





“Mas se você achar


Que eu tô derrotado


Saiba que ainda estão rolando os dados


Porque o tempo, o tempo não pára”
O Tempo Não Para - Cazuza / Arnaldo Brandão





“Senhoras e senhores

Trago boas novas

Eu vi a cara da morte

E ela estava viva

Eu vi a cara da morte

E ela estava viva - viva!”
Boas Novas - Cazuza


“Faz parte do meu show

Faz parte do meu show, meu amor”
Faz parte do meu show – Cazuza / Renato Ladeira


“Vida louca vida

Vida breve

Já que eu não posso te levar

Quero que você me leve”
Vida Louca Vida - Lobão/Bernardo Vilhena


“Tchau, mãezinha, fui beijar o céu

A vida não tem tamanho

Tchau, paizinho, eu vou levando fé

É tudo luz e sonho

É tudo luz e sonho”
Certo Dia na Cidade - Cazuza / Maurício Barros / Guto Goffi


“De repente nenhum som.”
Hoje - Cazuza

Cazuza - 04/04/58 - 07/07/90

10 comentários:

Vivi disse...

Oi Jana
E de repente nenhum som..e de repente...as essas letras nos caem bem...

Bom final de semana....

Estava Perdida no Mar disse...

Uau...que fanzona vc. Amei este post. Íntimo, visceral. Uma homenagem e tanta.

Lua disse...

Hmmmm perfeito Jana
" vou me lembrar sorrindo que o banheiro é a igreja de todos os bebados"

e aquela Todo amor que houver nessa vida é justamente a tatoo que eu fiz no pescoço que ta me irritando de tanto coçar agora... risos... bom final de semana... tudo de melhor e quase impossivel... beijos

Sheila disse...

Ai, que saudades desse cara!!! Adorava, aliás, ADORO!!! :)

Beijo!

Amanda_Bia disse...

trechos escolhidos magnificamente!
Cazuza é foda!
bejus!

o alquimista disse...

“O Alquimista” foi nomeado o melhor dos 7 bogues maravilha após votação na blogoesfera, a imensa honra que me invade faz com que distribua esta honra por ti e todos aqueles que me visitam partilhando comigo esta Alquimia das Palavras.



Perdido no tempo o teu coração errante, alma desencontrada da oração, uma flor liberta na brisa uma semente, que secretamente a noite a recolhe na ausência de um coração.


Bom domingo


Doce beijo

Naeno disse...

Bateu saudades do Cazuza, em mim também, agora com a tua lembrança acentuou-se consideravelmente. Ele foi, entre todos os compositores e interpretes de nossa música, o mais revolucionário, nas palavras, nos gestos. Para ele, e eu me conveço disso, como concordei com ele na época, ainda vivemos numa ditatura, até mais cruel.

Te mando um beijo
Te adoro
Naeno

blackberry disse...

cazuza é legal, letras perfeitas, do jeito que eu gosto.
mas lembra o ex, e o ex me dá agonia ;T

;**

margarida disse...

Gostei do que por aqui vi ..

beijos no coração

J@de disse...

Eu que não sou fã de nada nem ninguém, chorei quando ele morreu... por sua arte, porque não a teríamos mais...
Beijos!!