terça-feira, julho 17, 2007

Domingo: Fluxo de pensamentos no supermercado...


O ar quente do ar condicionado esquenta. Mas não é igual ao sol. Lagartear. Fechar os olhos e depois ficar com a visão turva. Vou comprar um vinho. Tinto Seco. Tomar eu comigo mesma. Foda receber um e-mail assim tão dolorido. Pior ainda é saber que a culpa é minha. Passamos a vida a magoar e sermos magoadas. Vou fazer uma sopa de capeletti. Queijo, queijo, queijo... Porra onde é que enfiaram o queijo ralado? Chocolate. Gosto de meio amargo. Assim como a vida, doce e meio amarga. Se eu ficar lá dando voltas no setor de legumes, posso esbarrar com o cara da minha vida? Aconteceu com uma blogueira, não foi o cara da vida, mas foi um cara legal. Mania de analisar o que tem dentro o carrinho das pessoas e imaginar que vida elas levam. Hum esse é solteirão. Um pacote de pão (com apenas 3). Uma lata de leite condenado. Doze latinhas de cerveja. Duas pizzas congeladas. O que será que pensam quando vêem as minhas compras? Será que sou a única com essa mania? Esse é interessante. Vinho, queijo, salame, cereja em calda, chocolate, e um cacho de bananas... Pra que será as bananas? Melhor nem pensar! Ta frio lá fora. Vestida de 10°. Meu nariz deve estar vermelho. Eu preciso marcar pra fazer meus pés. Tem gente que só faz os pés no verão. Não agüento. Pés têm que estar ok. Vou comprar bergamotas, é bom comer no frio. Quando era pequena eu dizia “vergamotas”. Travesseiro, dizia “trabisseiro”. Quem lê o blog deve no mínimo me achar instável. Posto ou não o texto do Curto Circuito? Vão achar que estou mal. Não to. São apenas momentos. Estalos de devaneios. Deixa assim. Melhor assumir que é assim e deu. Deus, veio à família toda fazer compras? Mãe, pai, quatro filhos... Como é que alguém tem quatro filhos??? Me explica como faz pra cuidar, alimentar, vestir, sair, e controlar quatro pestes? Nunca mais faço pudim. Trabalhão na cozinha e na hora de desenformar... Poft. Quebrou. Merda. Ai desculpe. Acabo de esbarrar meu carrinho no carrinho do cara das bananas. Completamente boca aberta. Andando e imaginando ele com as bananas. Um descontrole de riso, e plaft! Ele esta me olhando como se eu fosse louca. Eu tentei olhar pra ele com cara de “o que você vai fazer com essas bananas?”. Acho que não funcionou. Ele esta rindo da minha cara. E ficamos nós dois assim, rindo do nada. Desculpa pra lá. Desculpa pra cá. Ele segue com as bananas. Resolvo pegar bananas. Pra comer com leite condensado. Devia cortar meu cabelo. Pintar. Qualquer outra coisa que me fizesse olhar no espelho e dizer: Olá muito prazer!

10 comentários:

Etc e tal disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk....Deus meu, ele poderia adorar bananas com leite condensado, pode ser sua cara metade...rsrsrsrs, eu tbm gosto de ficar olhando o carrinho das pessoas...coisa feiaaaaaaa..rsrsrs

bjus

blackberry disse...

eu não ia lembrar de metade desses pensamentos 5 minutos depois ;P
aah, perfeito o "curto circuito", ameeei xD
;*

Sheila disse...

Nunca prestei atenção nos carrinhos de supermercados dos outros, mas, agora vai ser difícil não passar a prestar...rs

Beijo!

P.S: Estava lendo o "Curto-Circuito". Poxa, vc me acertou bem no queixo, sabia?! Aquele trecho: "Vi sua nova vida desfilar na minha frente recentemente. E tudo que eu consegui pensar foi que esta deveria ter sido a minha vida também" poderia ter sido escrito por mim... Amor é uma droga mesmo! Mas, a gente nunca aprende...

Dani disse...

O que é bergamota? É fruta, verdura ou é um doce? kkkkkkkkk
Sopa de capelleti? hum, deve ser uma delícia. Dizem que o melhor horário de encontar um paquera no supermecado é poir volta das 15h. vi isso na tv um dia desses...=/
bjitos

Lorita disse...

E eu fui pesquisar o que é bergamota e descubro q qdo vc era criança, não falava errado, viu amiga?
Saca só:

[Do turco beg armudi, 'pêra do príncipe', pelo it. bergamotta.]
S. f. Bot.
1. Certa pêra sumarenta.
2. Bras. SC RS V. tangerina.

[Var.: vergamota.]


Bjooooooo

lyS disse...

Quantas vezes já não fim isso!!!
Olhar o carrinho de um homem interessante no supermercado, faz as compras ficarem menos chatas.
Eu também estou precisando cortar o cabelo, mudar o visual, sei lá, qualquer coisa que me deixe nova.

Estava Perdida no Mar disse...

Faz tempos que não tenho mais tempo de ir so supermercado. Minha grande diversão era ir com fome e ficar comendo aquelas besteirinhas que a gente pega o pacote e esconde na prateleira para não pagar. Isso mesmo, eu não tenho muita ética. Hahaha
Ah, eu cortei o cabelo esta semana. Na altura da nuca...ele estava bem abaixo dos ombros. Tb tem quase 5 meses que não passo mais química, estou quase enlouquecendo, mas sempre que olho no espelo tenho o prazer de me ver quase ao natural.

clara disse...

a-do-rei essa frase final!

perfeita, Jana.

Amanda_Bia disse...

caraca! mas tu pensa hein?!?! hehehe! brincadeira, eu acho que pensaria mto mais que isso em bem menos tempo! minha cabeça não pára um segundo!
bejus!

bella disse...

uia!
Qtas coisas engordativas!
rsrsrs

bjos!