segunda-feira, abril 16, 2007

Do transe a leveza...

De vestido rodado, com belo girado. Girava e girava. Ao som do tambor dançava e dançava. Cabelos no rosto. De branco e azul. Girava em transe. Saldando aos Deuses. Depois suada e cansada, ouviu de alguém o perdão que esperava. Não se vive de passado, se vive de fazer um futuro melhor. Dos erros e acertos tiramos o melhor. Não se deve torturar nossa alma com algo que não tem mudança. Aprende-se mais em um erro do que em anos de acertos. Caminhando pra frente, sem olhar pra trás. Agora sim, leve...

4 comentários:

ki-colado disse...

Olha...

Com Jana sempre presente
Comento todos os ganhos.
Onde o céu arranho.


Parabéns!!!

J@de disse...

Não disse que passava?
Mil beijos!!

Sujeito Oculto disse...

Tirou um peso das costas?

Soraya disse...

Que bom Jana!!! Passou a Bad Trip????